[general.choose your language]

«Sou uma halterofilista inscrita na federação norueguesa, atleta de força portadora de deficiência, de nível de elite e recordista mundial.»

Karen , vive com Alfa-1

Sou a Karen, tenho 46 anos e sou uma atleta de elite portadora de deficiência. Graças à minha terapia plasmática, posso fazer desporto, gerir uma organização não lucrativa que trabalha a nível mundial para socializar e mobilizar as pessoas com doenças pulmonares, e divulgar informações ao público sobre as doenças pulmonares, nomeadamente a Alfa-1 em particular.

A minha terapia plasmática devolveu-me parte da vida. Ao longo dos últimos seis anos, tenho recuperado de forma lenta, mas consistente, consegui regressar à vida desportiva e, atualmente, sou a primeira atleta que recebe terapia de oxigénio com certificação da WADA (Agência Mundial Antidopagem) para a utilização da terapia de oxigénio em competição. Também faço corridas de obstáculos (OCR) e fui a primeira atleta que recebe terapia de oxigénio a participar nos campeonatos mundiais de OCR. A minha vida desportiva está longe de estar concluída, os meus objetivos são ambiciosos e estou empolgada por construir o caminho para os que vêm a seguir a mim.

Sou uma halterofilista inscrita na federação norueguesa, atleta de força portadora de deficiência, de nível de elite e com vários recordes mundiais. Graças à minha terapia, posso continuar a minha missão para mudar os critérios paraolímpicos. -- Quero que as crianças com fibrose cística, por exemplo, possam ter um sonho paraolímpico, já que atualmente todos os que sofrem de doenças pulmonares estão excluídos do desporto paraolímpico.

Estou eternamente grata por ter ganho a “lotaria do código postal” e ter obtido o meu diagnóstico num país que oferece tratamento. É também por isso que trabalho arduamente para que outras pessoas tenham acesso ao tratamento. Antes de iniciar a terapia plasmática, lutei pela vida durante mais de dois anos -- anos que foram passados sobretudo em hospitais e em reabilitação. Depois de ultrapassada essa fase, mudei-me para a Alemanha e pouco depois obtive o meu diagnóstico e todas as peças do grande puzzle dos meus pulmões se encaixaram. Embora o caminho de regresso à vida tenha sido longo, logo após a primeira perfusão senti que algo tinha mudado no meu corpo. Ao longo dos anos seguintes, fui recuperando de uma situação em que não era capaz de andar ou falar até alcançar uma vida desportiva.

A minha vida é verdadeiramente maravilhosa, desfruto-a ao máximo e sinto-me grata por cada dia bom que tenho. A terapia plasmática está a dar-me uma segunda oportunidade de vida. Viver com Alfa-1 e doença pulmonar pode ser difícil e desafiante, mas com o acesso à terapia posso viver uma vida em pleno.


Envie a sua história!

Gostaríamos de conhecer a sua história! Cada pessoa que vive com uma doença que é tratável com terapias de proteínas plasmáticas tem uma história única para contar. Se sofre de uma destas doenças, considere partilhar a sua história. Partilhe a sua história e uma foto no formulário eletrónico para mostrar o seu apoio à iniciativa «How Is Your Day?» Iremos rever a sua mensagem e partilhá-la no site «How Is Your Day?» e na nossa página do Facebook e do Twitter. Juntos, podemos fazer a diferença.
Tem 9999 carateres disponíveis
Ao clicar em «Enviar a sua história», autoriza que a sua foto e mensagem sejam utilizadas como parte da iniciativa «How Is Your Day?». Reservamos o direito de alterar as suas palavras por questões de gramática, clareza e restrições de espaço.