[general.choose your language]

«Graças às terapias de proteínas plasmáticas, vivo com esta doença, em vez de apenas sofrer com a mesma.»

John , «Graças às terapias de proteínas plasmáticas, vivo com esta doença, em vez de apenas sofrer com a mesma.»

«Sou um paciente de 32 anos que vive com Angioedema Hereditário. Tenho o prazer de dizer que vivo com esta doença, em vez de apenas sofrer com a mesma, graças ao acesso que tenho à terapia plasmática com o inibidor da C1 esterase. Antes de ter acesso à terapia, a minha vida era dominada por visitas às urgências e muitas noites tardias passadas no chão da casa de banho. Sem tratamento, os pacientes com AEH têm uma taxa de mortalidade de 30%. Para mim, isso significa que todas as noites quando me vou deitar existe uma boa probabilidade de sofrer um inchaço laríngeo enquanto durmo e não acordar mais.

Graças ao acesso que tenho ao tratamento, é um receio com o qual já não tenho de viver. Agora já consigo trabalhar, viajar com a minha família e apreciar muitos aspetos da vida que antes pensava serem impossíveis para um doente crónico. Observar a tremenda melhoria em muitos membros de famílias afetadas por AEH tem-me dado esperança no futuro, não apenas para mim, mas também para todos os meus familiares.

Ficarei eternamente grato pelo acesso à terapia plasmática, porque sem o inibidor da C1 esterase a minha vida seria muito diferente.»

Envie a sua história!

Gostaríamos de conhecer a sua história! Cada pessoa que vive com uma doença que é tratável com terapias de proteínas plasmáticas tem uma história única para contar. Se sofre de uma destas doenças, considere partilhar a sua história. Partilhe a sua história e uma foto no formulário eletrónico para mostrar o seu apoio à iniciativa «How Is Your Day?» Iremos rever a sua mensagem e partilhá-la no site «How Is Your Day?» e na nossa página do Facebook e do Twitter. Juntos, podemos fazer a diferença.
Tem 9999 carateres disponíveis
Ao clicar em «Enviar a sua história», autoriza que a sua foto e mensagem sejam utilizadas como parte da iniciativa «How Is Your Day?». Reservamos o direito de alterar as suas palavras por questões de gramática, clareza e restrições de espaço.